Valença do Minho - Portugal

Viagem realizada no dia 12/08/2009

Valença do Minho é uma cidade localizada no extremo norte de Portugal, tendo o rio Minho como fronteira natural com a cidade espanhola de Tui. Valença é famosa por ser a porta de saída de Portugal para aqueles que fazem o caminho português em direção a Santiago de Compostela.

Valença do Minho

Valença do Minho é uma cidade pequena do Distrito de Viana do Castelo, com uma população de menos de 15 mil pessoas. Em junho de 2009, Valença foi elevada de vila para cidade (se juntando a Viana do Castelo como as 2 únicas cidades do Distrito de Viana do Castelo).

O que visitar em Valença do Minho?

Fortaleza

Maior atrativo turístico da cidade de Valença do Minho, a fortaleza é uma das principais fortificações européias de âmbito militar, com cerca de 5 km de perímetro amuralhado, localizada no topo de 2 outeiros e às margens do rio Minho na divisa com a Espanha.

Vista do Rio Minho e de Tui desde a Fortaleza

De arquitetura militar gótica e barroca, a fortaleza começou a ser erguida no começo do século XIII com o objetivo de defesa da povoado.

No século XVII, Valença tornou-se alvo dos ataques espanhóis devido a Guerra da Restauração da independência portuguesa. Frente a esse cenário, foi ordenada a reforma do complexo fortificado, o que implicou na expansão das muralhas para contemplar o crescimento da vila, além da construção de novos fossos, revelins, baluartes, etc.

Guarita da Fortaleza Canhão preservado da Fortaleza

Mesmo em reformas, a fortaleza resistiu ao primeiro ataque espanhol realizado em 1643 no início da Guerra de Restauração, mas caiu no domínio espanhol em 1654 para ser retomada pouco tempo depois por tropas portuguesas. Com a reconquista da cidade, a reforma da Fortaleza foi reiniciada para finalmente ser concluída no início do século XVIII.

Fortaleza de Valença do Minho

No entanto, a Fortaleza voltou a sofrer sucessivos ataques durante o século XIX. O primeiro desses ataques foi a invasão das tropas napoleônicas devido a Guerra Peninsular, que culminou com a explosão da Porta do Sol. Posteriormente a Fortaleza voltou a ser palco de disputa em conseqüência da Guerra Civil Portuguesa entre absolutistas e liberais.

Vista dos revelins e baluartes da Fortaleza com a cidade de Valença ao fundo

Somente na segunda metade do século XIX que a cidade de Valença do Minho conseguiu ter paz novamente.

A Fortaleza passou por várias reformas durante o século XX e, apesar de ter sofrido diversos ataques ao longo dos anos, a fortificação continua intacta e aberta para a visitação do público.

Porta do MeioPorta da Coroada

A Fortaleza de Valença do Minho pode ganhar ainda mais notoriedade ao redor do mundo caso o município obtenha êxito na sua tentativa junto a UNESCO em tornar a Fortaleza num Patrimônio de Interesse Cultural da Humanidade. A candidatura está prevista para ser realizada ao final de 2010 e estará inserida na área de Fortificações Abaluartadas de Fronteira.

Centro Histórico

O Centro Histórico de Valença do Minho se encontra no interior da Fortaleza que servia para proteger a cidade antiga. Esse centro possui um estilo semelhante ao encontrado em outras cidades da Galícia como a predominância da pedras nas construções e as ruas estreitas, mas também possui características típicas de cidades portuguesas como a presença de casas revestidas com azulejo e a arquitetura de algumas igrejas.

Praça no Centro Histórico de Valença

De origem medieval, a Igreja de Santo Estevão (foto abaixo à direita) chegou a ser sede da Colegiada de Valença e do Bispado de Ceuta. Ela passou por grandes reformas durante o final do século XVIII, sofrendo uma alteração em seu estilo arquitetônico que passou do românico para o neoclássico.

Rua típica do Centro Histórico de ValençaIgreja de Santo Estevão

Outro marco religioso importante para Valença do Minho é a Capela do Bom Jesus, com sua arquitetura de estilo barroco e neoclássico, e a Estátua de São Teotônio, que se encontra em frente a capela (foto abaixo à esquerda). São Teotônio foi o primeiro português canonizado pela Igreja Católica e é o padroeiro da cidade de Valença do Minho, onde nasceu no ano de 1082.

Capela do Bom Jesus Capela da Misericórdia

Outro local de demonstração da fé católica portuguesa é a Capela da Misericórdia (foto acima à direita). Com uma fachada bem mais simples que a Capela do Bom Jesus, a Capela da Misericórdia também possui arquitetura barroca e neoclássica e sua construção data do século XVI.

Casa Azul Prefeitura de Valença

Além das construções religiosas presentes no Centro Histórico, Valença do Minho oferece outros belos exemplos de arquitetura para ser apreciado pelos turistas que visitem a cidade. Bons exemplos são a Prefeitura (foto acima à direita) e a Casa Azul (foto acima à esquerda) que é o clássico edifício português com suas paredes totalmente revestidas por azulejos portugueses.

Feira

Valença do Minho é bastante conhecida na região norte de Portugal e na Galícia pelo forte comércio existente no local.

O Centro Histórico da cidade é repleto de lojas que comercializam roupas, toalhas, artigos para casa, entre outras coisas.

Lojas no Centro Histórico de Valença

Além do comércio existente na região dentro da Fortaleza de Valença, todas as quartas se realiza uma feira itinerante numa área aberta, externa a Fortaleza, próximo a Avenida Sá Carneiro, onde é possível ficar o dia todo fazendo compras. Nesses dias, Valença costuma receber uma enxurrada de pessoas, principalmente galegos que aproveitam os preços mais baratos encontrados em Portugal para renovarem seus guarda-roupas, montarem um enxoval novo ou simplesmente para passear um dia pela região.

Lojas nas proximidades da Praça da República

Essa presença forte de galegos na área faz com que o turista tenha a sensação de estar na Espanha pois muitos panfletos estão escritos no idioma espanhol e até os vendedores te abordam falando em espanhol.

Movimento de compradores nas estreitas ruas do Centro Histórico Produtos expostos de uma das lojas

Quando fui a cidade, estive tanto na feira itinerante quanto no comércio dentro da Fortaleza e a sensação que tive foi que os produtos vendidos nos dois lugares são bem semelhantes e a diferença de preço, se houver, não é tão alta. Na minha opinião, a menos que o intuito da sua visita seja fazer compras, como acontece com os residentes da Galícia, você ficará satisfeito com a visita ao comércio existente no interior da Fortaleza e não será "roubado" por ter feito compras nessas lojas.

Como chegar em Valença do Minho?

Trem

Valença do Minho conta com uma estação de trem cujas principais ligações são:

  • Linha internacional Vigo-Porto
    • Duas saídas diárias em ambos os sentidos
  • Linha regional
    • Diversos horários ligando Valença a destinos próximos como Viana do Castelo

Para maiores detalhes, acesse o site da companhia ferroviária de Portugal.

Ônibus

Chegar a Valença do Minho através de ônibus é uma outra alternativa para quem deseja conhecer a cidade. Existem 2 maneiras distintas para se fazer isso:

  • Portugal como origem
    • Utilizar os serviços da Rede Expressos que faz ligações para diversas cidades portuguesas
  • Galícia/Espanha como origem
    • A melhor forma será chegar até a cidade de Tui (empresa ATSA faz a rota Tui-Vigo) para então atravessar a ponte que liga as 2 cidades fronteiriças.

Quer mais informações?

A prefeitura de Valença do Minho possui um site com uma seção dedicada a turismo que deve ajudar àqueles que desejam obter informações sobre locais onde comer, dormir, etc. Além disso, a página disponibiliza um folheto turístico da cidade que, apesar de não ser muito informativo, serve como mais uma referência para o turista que deseja conhecer o município.

Comentários
6 Comentários

6 comentários:

Heleonora disse...

Gostaria de saber que igreja era a padroeira dos antigos guardas de fonteira no sec XIX.
orvelin@gmail.com

bbviana disse...

Vou usar seu blog como guia quando for pra Europa. Provavelmente ano que vem.

Katia disse...

Já fiz algumas vezes o Caminho Português de Santiago e passo por Valença do Minho e Tui - acho que são cidades super interessantes, sempre fico um dia em cada uma. O engraçado é que dificilmente encontro alguém que conheça esses lugares. Finalmente encontrei mais um ser humano que curtiu como eu !!!

José Luiz Gonzalez disse...

Oi Kátia!

Realmente é difícil encontrar um brasileiro que conheça essas cidades! Mas temos que reconhecer que tanto Valença quanto Tui não serão destinos da massa de turistas brasileiros a Europa! Essas cidades seriam uma baita atração no Brasil, mas ficando na Europa ao lado de tantas outras cidades incríveis, acaba ficando desapercebida para muitos!

Mas concordo, acho ambas cidades perfeitas para uma parada para quem faz o Caminho Portugüês de Santiago de Compostela!



Anônimo disse...

Tambem sou brasileiro e adoro Valença!! É uma cidade maravilhosa e vale apena visitála. Uma prima minha é dona de uma loja dentro da fortaleza.

Anônimo disse...

Vou em Valença conhecer a cidade que meu avô saiu pra naturalizar-se brasileiro.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...